Negócios Sustentáveis

Nova carteira do Índice de Sustentabilidade da Bolsa entra em vigor com desafios

A partir de 06/01/2014 passou a vigorar a nova carteira de ações do Índice de Sustentabilidade Empresarial – ISE da BM&FBovespa. É a nona carteira desse índice, que foi iniciado em 2005. O ISE reflete o retorno de uma carteira composta por ações de empresas com os melhores desempenhos em todas as dimensões do questionário de avaliação. Às dimensões do conceito conhecido como Triple Bottom Line (Ambiental, Social e Econômico-Financeira) foram adicionadas outras quatro dimensões: governança corporativa, geral, natureza do produto e mudanças climáticas. Essa última dimensão começou a pontuar na avaliação das empresas a partir da carteira de 2012.


Foram convidadas para participar dessa nova carteira as 183 companhias que detinham as 200 ações (ordinárias ou preferenciais) mais líquidas da Bolsa em dezembro de 2012. Destas, 45 empresas se inscreveram para participar do processo concorrendo ao ingresso na carteira do ISE. A nona carteira do ISE reúne 51 ações de 40 empresas, que somavam R$ 1,14 trilhão em valor de mercado ou o equivalente a pouco mais de 47% do total do valor das companhias com ações negociadas na BM&FBOVESPA (em 26/11/2013).

A respeito da carteira de 2014, destacamos os seguintes pontos positivos:
  • 100% das empresas publicam relatório de sustentabilidade, 95% no modelo da Global Reporting Initiative – GRI.
  • O número de empresas que autorizaram a abertura das respostas do questionário de avaliação subiu de 14 para 22. Eram apenas 8 empresas na carteira de 2012. A carteira de 2014 e as respostas das 22 empresas estão disponíveis em www.isebvmf.com.br/index.php.
  • O processo de seleção das empresas passou a contar com a auditoria e asseguração da KPMG, contribuindo para conferir ainda mais credibilidade aos procedimentos de avaliação da empresas.
No sentido de diversificação da carteira, pela primeira vez o ISE contará com ações de 40 empresas, que é o limite máximo proposto em seu lançamento, de 18 setores de atividades. Porém, vem se verificando um declínio no número de empresas respondentes ao questionário de avaliação, apenas 45 ou 22% do total de 183 que poderiam participar do processo de seleção (mesmos números do processo de seleção de 2013). No processo de seleção da carteira de 2012 foram convidadas 182 empresas, das quais 54 (30%) responderam ao questionário de avaliação. Enquanto que no processo de seleção da primeira carteira do ISE, lançada em 2005, 121 empresas foram convidadas, das quais 63 (52%) responderam ao questionário.

Com relação ao futuro do ISE, permanecem os desafios para a BM&FBovespa visando a alcançar os objetivos propostos ao índice: funcionar como uma referência para o investimento socialmente responsável e atuar como indutor de boas práticas de sustentabilidade no meio empresarial brasileiro. Um desses desafios seria o de convencer mais empresas a participarem do processo de seleção. Outro desafio seria o de aumentar o volume de recursos investidos e produtos atrelados ao ISE (fundos de investimento), estimulando os investidores em geral, analistas de mercado, corretoras e empresas gestoras de recursos a procurarem o investimento em empresas com reconhecidas práticas de sustentabilidade nos negócios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário